agricultura e mudanças climáticas

Agricultura e mudanças climáticas: saiba quais são as tendências

O guia completo das melhores práticas de adubação

A agricultura e as mudanças climáticas estão intimamente ligadas. A produção agrícola é diretamente afetada por fatores como temperatura, incidência de chuvas, umidade, ventos e radiação solar. Portanto, as mudanças no clima, decorrentes principalmente do aquecimento global, estão contribuindo para a oscilação dos resultados no campo.

O impacto é tão profundo que a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentos) teme que a segurança alimentar sofra riscos de:

  • disponibilidade;
  • acesso;
  • e estabilidade do suprimento.

Não é difícil supor que isso acaba resultando no profundo impacto das mudanças climáticas na agricultura, provocando perdas substanciais. Mas o que pode ser feito para contornar o problema e quais são as principais tendências para combater os danos provocados pela atividade agrícola? Isso é o que você verá a seguir!

Drones

Os drones são particularmente importantes para o monitoramento das plantações. Eles permitem que o agricultor realize interferências pontuais e ágeis para evitar perdas e elevar o aproveitamento das safras. A exemplo disso, estão o auxílio na detecção de pragas, doenças e focos de incêndio, por exemplo. O mesmo vale para a identificação das melhores áreas para plantio e pastagem.

Equipamentos autônomos

Os equipamentos autônomos já são uma realidade no campo, mas devem crescer exponencialmente, otimizando o desempenho e a automatização no setor. Desse modo, as lavouras aumentam a produtividade e dispensam o uso excessivo de mão de obra. Isso é algo que pode servir para melhorar o aproveitamento das safras, aumentando a produção de alimentos.

Postura sustentável

De acordo com pesquisadores da NASA, até 2030 a safra de milho reduzirá 24%, enquanto a de trigo vai subir cerca de 17%. O estudo se baseia em um cenário de alta emissão de gases de efeito estufa. Para evitar isso, é indispensável assumir uma postura mais sustentável no campo, investindo em novas tecnologias e em processos produtivos mais limpos.

Biotecnologia

Duas das principais dificuldades encontradas nesse novo cenário são a redução da produtividade e o desafio da previsibilidade para os planejamentos. Frente a isso, a biotecnologia é uma das alternativas mais inteligentes para contornar o problema e tornar as plantas mais resistentes às condições diversas que deverão enfrentar para se manterem produtivas.

Essas mudanças são benéficas não só para o próprio produtor rural, como também para toda a cadeia produtiva e para o planeta. É importante ter em mente que são melhorias que começam na propriedade, mas que têm um alcance muito maior.

Quando falamos em utilizar melhor os recursos disponíveis, estamos nos referindo a promover a manutenção equilibrada da terra, em melhorar as condições das sementes das plantas e a empregar tecnologias que evitam principalmente os desperdícios. Assim, ainda que o produtor disponha da mesma extensão de terra, ele consegue um aproveitamento muito melhor da área.

Gostou de saber mais sobre como as mudanças climáticas tendem a impactar a agricultura? Então, que tal compartilhar este post com a sua rede de contatos?

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.