Uniformidade de distribuição transversal: você sabe o que é? Qual a sua interferência no sucesso das aplicações de agroquímicos e fertilizantes? | Tecnologia para agricultura - Blog da Jacto

Uniformidade de distribuição transversal: você sabe o que é? Qual a sua interferência no sucesso das aplicações de agroquímicos e fertilizantes?

Uniformidade de distribuição é o processo pelo qual a quantidade de produto distribuída ao longo da faixa de aplicação é avaliada. Uma das formas de quantificar o quão uniforme é a distribuição de um pulverizador é utilizar provetas graduadas ou mesa de canaleta, como podemos verificar na imagem abaixo. Já para as aplicações de fertilizantes, utilizamos bandejas específicas desenvolvidas para essa finalidade.
Ao final da coleta, os dados devem ser inseridos em planilhas para determinar a variação (%) da distribuição. O padrão aceitável é que essa variação seja inferior a 10%.

No ambiente de pulverização, devemos levar em conta, basicamente, três fatores: altura da barra de pulverização, ângulo de projeção dos jatos dos bicos utilizados e espaçamento entre bicos.
O espaçamento inadequado entre bicos interfere diretamente na distribuição do produto aplicado. É muito comum encontrarmos equipamentos com diferentes espaçamentos, e essa variação faz com que o produto pulverizado se concentre em maior quantidade em algum ponto ou faz, até mesmo, com que outras áreas não recebam a quantidade adequada.

 

 

A altura correta de pulverização garante o cruzamento adequado entre os jatos, já que trabalhamos com bicos jato plano padrão que necessitam obrigatoriamente de cruzamento entre si. Geralmente, respeita-se o cruzamento entre jatos na ordem de 30 a 50% dependendo do modelo utilizado. 

O grande volume de bicos comercializados possui ângulo de pulverização de 80° para os modelos cônicos e 110° para os modelos leques, porém, encontramos bicos de 17° a 160° dependendo de sua utilização.
Quanto maior for o ângulo de abertura do jato, maior será a área de aplicação coberta por um único bico, enquanto os modelos com menor ângulo têm sua área de pulverização reduzida.
Para as aplicações de fertilizantes, devemos determinar primeiramente a capacidade que o equipamento tem de distribuir um determinado produto em função de características como densidade e granulometria.
Fertilizantes com maior densidade possuem a característica de permitir o aumento da faixa de aplicação, diferentemente dos produtos com menor densidade que reduzem a faixa.

Uniformidade de distribuição

A granulometria é um fator importante nas aplicações, pois afeta a uniformidade de distribuição. Partículas menores de 2 mm não são facilmente transportadas pelos equipamentos, principalmente os pneumáticos.
Sendo assim, devemos optar por fertilizantes que ofereçam uma maior padronização em sua granulometria.
Densidade e granulometria devem ser avaliadas de forma conjunta e nunca separadamente.

Todos os fatores citados acima são importantes para correta distribuição dos insumos agrícolas e para a redução dos erros de aplicação. Conhecer os limites de seu equipamento determina o sucesso de suas aplicações, por isso procure sempre a orientação de pessoas capacitadas para esses ajustes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This