Você sabe como escolher a ferramenta ideal para a poda?

O cuidado de podar uma planta esporadicamente é fundamental para manter sua altura e formato de copa, além de auxiliar na regulação da sua capacidade vegetativa e reprodutiva e garantir o máximo de rendimento, isto é, mais toneladas de frutas produzidas por hectare de solo. Também é através da poda de árvores frutíferas que os produtores rurais podem certificar a qualidade de uma fruta para o mercado interno ou para a exportação.

Tudo bem, como um bom agricultor talvez você já saiba como podar árvores frutíferas. Mas, será que sabe como escolher as melhores ferramentas para fazer isso? Hoje, vamos te ajudar nessa missão! É só continuar a leitura desse artigo.

Objetivos da poda

Nunca é demais relembrar os principais objetivos por trás de uma poda bem-feita. Para citar alguns:

  • Ventilação e circulação do ar: a abertura da copa interna da planta ajuda a reduzir sua umidade, evita a presença de pragas e doenças e melhora a aderência de agroquímicos.
  • Interceptação da radiação solar: quanto mais raios de sol chegarem à árvore, maior será o crescimento de suas raízes, frutos e brotos. Esse é um fator chave para a produção de gemas florais, que estimulam a frutificação.
  • Mais força para os galhos: com a poda, os galhos ganham mais resistência para suportar o peso das frutas.
  • Controle do crescimento vegetativo: dependendo da estação do ano, a poda pode trazer mais vigor para novos brotos e gemas ou mais coloração e crescimento para os frutos.

Atenção: erros comuns durante a poda

Alguns agricultores acreditam que para tornar a poda de árvores frutíferas mais eficaz é importante retirar os galhos de forma excessiva, garantindo menor recorrência dessa prática. Na realidade, o resultado disso será uma brotação excessiva e a diminuição da frutificação.

Outro cuidado que se deve ter nesse momento é relativo a poda de galhos com alto vigor. Você sabia que essa prática estimula novos brotos com maior vigor perto da área de corte do galho? Por isso é tão importante evitá-la.

Passo a passo para a escolher a melhor ferramenta de poda possível

Vamos te ensinar como deixar o seu jardim em forma, com as ferramentas para poda de galhos ideais para a sua lavoura!

Primeiramente, observe bem que tipo de planta precisa ser cortada. Flores? Arbustos? Galhos? Depois, é importante pensar sobre o tamanho dos ramos, e escolher uma ferramenta tendo como base essa medida de corte. Próximo passo: quão difícil será o corte? Se for uma tarefa mais fácil você pode usar uma tesoura de poda manual, no entanto, trabalhos mais desafiadores podem exigir ferramentas de poda elétricas.

Para que servem as ferramentas manuais

Geralmente, indicamos as ferramentas de poda manual para lidar com frutos, como uvas, mirtilo, amora, citros, manga, framboesa, ameixa, caqui, kiwi, maçã, pêra e pêssego. Tesouras manuais de poda também devem ser usadas para cortar flores ou realizar práticas de jardinagem e paisagismo. Encontre o modelo mais indicado para você na lista abaixo:

Essa é uma tesoura para poda de galhos de até 10 mm de diâmetro. Leve e prática, tem lâminas de corte de ponta arredondada com tratamento de titânio, para uma maior durabilidade. Essa ferramenta é específica para colheita de frutos, floricultura e uso doméstico. Comprimento: 165 mm. Peso: 110 g.

Esse modelo é muito semelhante a Jacto PS-10, no entanto, conta com lâminas de ponta fina. É um alicate para poda de galhos específico para colheita, raleio, desbaste e desponte em frutíferas, floricultura e uso doméstico. Comprimento: 195 mm. Peso: 110 g.

Com uma aparência robusta, essa ferramenta manual para podar árvores é mais resistente, com cabos de alumínio e lâmina de corte com revestimento de titânio, para uma maior manutenção da fiação do corte. Seu corte é macio e limpo, cortando galhos com diâmetros de até 20 mm. É específica para podas de formação e para a manutenção de frutíferas em geral. Comprimento: 210 mm. Peso: 250 g.

Nossa maior opção da linha manual! Permite cortar galhos de até 30 mm de diâmetro, mesmo que estejam distantes do operador, graças a seu comprimento mais extenso. É específica para podas de manutenção de frutíferas em geral. Comprimento: 580 mm. Peso: 920 g.

Para que servem as ferramentas a bateria

Quer uma mãozinha extra na hora da poda de frutíferas? Sente que suas mãos podem não estar aproveitando a capacidade máxima de corte das suas ferramentas manuais? Busca mais conforto e praticidade no dia a dia? Então é hora de apostar em um podador a bateria! Sem dúvidas, investir em ferramentas elétricas para a poda de árvores irá te trazer muitos benefícios. Confira:

  • Redução do tempo de trabalho: o mesmo trabalho é feito em menos tempo;
  • Menos sensação de esforço e cansaço;
  • Melhorias na qualidade dos cortes: mais limpos, homogêneos e sem rebarbas;
  • Precisão: cortes exatos em qualquer posição;
  • Versatilidade: use uma mesma tesoura para vários tipos de galhos;
  • Força: capacidade de cortar madeiras duras;
  • Economia: uma tesoura equivale ao trabalho de 2 – 3 operadores;
  • Funcionalidade: funcionamento simples;
  • Segurança: empunhadura protegida;
  • Saúde: evita lesões de caráter professional no punho como tendinite.

Agora que você já sabe todas as vantagens de optar por um modelo a bateria, conheça a solução inovadora que a Jacto criou pensando em tudo isso!

Leve e com um design ergonômico, essa opção possibilita até 3X mais produtividade que as tesouras manuais. Tem lâminas de aço com cobertura de titânio e duas aberturas de corte, com opções de 20 mm e 40 mm. Ou seja, essa é uma tesoura para poda de galhos grossos! Sua bateria é feita a partir da tecnologia Lítio-íon, para longas jornadas de trabalho, podendo efetuar até 16.000 cortes. Conta com um gatilho eletrônico, com sistema de acionamento progressivo da lâmina de corte. Para pausar e/ou usar as duas mãos, basta fecha-la e guardá-la, podendo voltar ao trabalho logo em seguida. Comprimento: 302 mm. Peso: Tesoura 0,9 kg | Bateria 3,4 kg.

  • Bônus!

A Jacto PR-40 ainda traz mais possibilidades para você! Adquira também sua extensão telescópica, que ajusta a altura e o alcance da tesoura conforme a sua necessidade. Com um comprimento de 120 a 200 cm, esse gancho de metal é ideal para a retirada de galhos já cortados, de forma ágil e eficaz.

Novos Tempos, Novas Soluções.


Compartilhe !

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.