6 dicas para aumentar a produção de cana

6 dicas para aumentar a produção de cana

Em virtude de sua grande extensão territorial, o Brasil tem dois períodos de safra da cana-de-açúcar: de abril a novembro no Centro-Sul, e de setembro a março no Norte-Nordeste. Isso contribui para que sejamos o maior produtor mundial da planta. Nesse contexto, o produtor rural deseja aumentar ainda mais a sua produtividade e reduzir gastos. Mas de que maneiras é possível aumentar a produção de cana?

Você verá, neste post, quais são as melhores práticas do setor para garantir maior produtividade dessas lavouras e, assim, vencer os desafios na produção!

1. Utilize a tecnologia a seu favor

No mercado atual há diversas técnicas e tecnologias capazes não somente de aumentar a produtividade, mas também de reduzir custos em canaviais. As novas ferramentas estão relacionadas à reunião e à análise de dados sobre a planta, o solo, o clima e outros fatores físicos relativos à produção. Esse gerenciamento se reflete na produtividade, nos investimentos, nos custos operacionais e no impacto ambiental da atividade agrícola.

Nesse cenário, surgem os recursos da agricultura de precisão, que contribuem para o uso consciente de insumos. Um exemplo é o sistema de posicionamento global (GPS), usado para mapear o talhão e extrair dados mais precisos sobre a lavoura. A partir dessas informações, é possível aplicar fertilizantes, defensivos e outros produtos de modo mais adequado e racional.

Encontramos nessa atividade diversos equipamentos que aplicam produtos em taxa variável, como semeadoras, pulverizadores agrícolas, adubadoras etc. Então, chegamos a um ponto importante: o uso de máquinas agrícolas. Elas devem ser adequadas ao cultivo em questão, como veremos na próxima dica.

2. Considere a especificidade do plantio ao escolher o maquinário

É cada vez mais comum o surgimento de tratores e implementos com maior potência e capacidade de trabalho, além de melhor controle da manutenção. Esses aprimoramentos resultam em alta produtividade e custos de produção mais baixos.

Essas máquinas realizam atividades em todas as etapas da produção, desde o preparo do solo até a colheita e o transporte. Mas é fundamental escolher máquinas e equipamentos adequados à especificidade da cultura, para que os resultados sejam realmente efetivos.

O Uniport 3030, por exemplo, é o único pulverizador disponível no mercado que foi criado exclusivamente para a cana. Ele tem o maior vão livre do mercado e maior altura das barras de pulverização, permitindo efetuar aplicações até o final de ciclo de produção. Conta com motor com controle eletrônico de rotação com baixíssimo consumo de óleo diesel, além do controle de tração independente nas quatro rodas, que proporciona a maior capacidade de rampa entre os pulverizadores do setor. E com o conjunto Otmis acoplado, é possível controlar e direcionar a pulverização e com piloto automático hidráulico. O Uniport 3030 Canavieiro conta ainda com pingentes de série, sensor de umidade relativa do ar e temperatura ambiente, sistema de telemetria e o exclusivo eixo direcional traseiro que permite manobras muito mais rápidas e maior rendimento operacional do equipamento.

3. Atente para o pré-plantio

Alguns métodos adotados antes do plantio podem ser decisivos para aumentar a produção de cana. Algumas alternativas no preparo do solo podem fazer a diferença.

Sistemas de preparo do solo

Sistema convencional

Nesse método, as operações de preparo envolvem subsolagem, aração e gradagem para retirar soqueiras e aplicar corretivos.

Sistema de cultivo mínimo

A ideia é substituir o sistema convencional de preparo em área total por um trabalho mais concentrado na linha de plantio. É realizada uma subsolagem e, adicionalmente, uma desagregação do solo, usando uma enxada rotativa em uma faixa ao lado da linha de subsolagem.

A vantagem desse método é a redução do uso de maquinários, que resulta em economia de combustíveis e redução da compactação do solo.

Sistema de plantio direto

No sistema de plantio direto, palhada e restos de vegetais ficam na superfície do solo; trabalha-se no solo apenas onde serão plantadas as mudas. Não é feito o cultivo mecânico, evitando a compactação. Essa proteção aumenta a matéria orgânica no solo, diminuindo a necessidade do uso de fertilizantes.

Adubação

Boa parte dos problemas por trás da redução da produtividade em plantações de cana-de-açúcar tem origem na falta de nutrição do solo, o que compromete o pleno desenvolvimento da cultura.

Por isso, é recomendado usar produtos para uma adubação completa, com nutrientes como condicionador de solo. Embora, no geral, as plantas necessitem de uma quantidade maior de nitrogênio, na cana-de-açúcar, o potássio tem uma importância ainda maior. Além disso, a adubação com fosfato também é um prática reconhecida e eficiente para aumentar a produtividade dos canaviais.

4. Monitore os resultados

Para garantir melhores resultados e aumentar a produção de cana, é indispensável monitorar os resultados das estratégias implementadas. Isso deve ser feito em todas as etapas da produção, e há diversas ferramentas para essa finalidade.

Indicadores

Todo monitoramento deve ser analisado com base em indicadores, ou seja, números que possam quantificar os resultados da lavoura. E isso se refere não apenas a quantidades produzidas, mas também a horas de trabalho, quantidade de populações de ervas daninhas, infestação de pragas, quantidade de insumos aplicados etc.

A partir do desenvolvimento de indicadores, será possível monitorar e extrair informações importantes do talhão para avaliar os resultados.

Satélites

O monitoramento por satélites é uma ótima ferramenta para o produtor rural saber a situação da lavoura em tempo real. Também é possível coletar dados sobre o desempenho das máquinas agrícolas.

Mapas de produtividade

O mapeamento da produtividade em cana ainda é incipiente mas deve avançar nos próximos anos. É uma informação importante, assim como os mapas de fertilidade, pragas, infestação de ervas daninhas entre outras informações. Com o tempo, essas informações formam um histórico que ajuda a avaliar a efetividade dos fertilizantes utilizados, entre outros fatores que podem impactar a produção.

5. Fique de olho no calendário

A escolha para o período de plantio da cana-de-açúcar é um aspecto importante para garantir um bom desenvolvimento da planta, uma vez que essa cultura demanda condições climáticas adequadas para gerar e armazenar açúcar.

Entre as condições ideais estão as altas temperaturas, a grande disponibilidade de água e o elevado índice de radiação solar. Dentro do calendário agrícola, a cana pode ser plantada em 3 sistemas.

Sistema de ano-e-meio — 18 meses

Nesse sistema, o plantio ocorre entre os meses de janeiro e março. Ao chegar a seca e o inverno (entre abril e agosto), o crescimento fica mais lento; vegeta durante setembro a abril e, após isso, amadurece até completar os 18 meses.

Sistema de ano — 12 meses

Isso pode funcionar em algumas regiões, onde o plantio ocorre entre outubro e novembro. Trata-se de um método que ajuda a otimizar a mão de obra e as máquinas, que ficam ocupadas também durante outra época do ano, intercalando o sistema de ano-e-meio com o de cana de ano.

Plantio de inverno

Usando a torta de filtro — resíduo retirado da filtração do caldo da cana — no sulco de plantio, o produtor consegue plantar a cana mesmo na estiagem. Esse material tem cerca de 70% de umidade, o que favorece a brotação.

6. Invista em produtos de qualidade

A eficiência das operações de adubação e pulverização também está muito relacionada à qualidade dos produtos aplicados. Por isso, busque produtos de qualidade e adequados às necessidades da sua lavoura. Além disso, é indispensável seguir as recomendações dos fornecedores em relação às misturas em tanque, aos prazos e às quantidades trabalhadas.

A tecnologia sempre será uma aliada quando o assunto é o aumento de produtividade em colheitas, inclusive quando o objetivo é aumentar a produção de cana. Com uma boa gestão e investimento nas ferramentas certas, sua produção será um sucesso!

Saiba mais sobre o Uniport 3030 Canavieiro e entenda como ele pode elevar sua produção de cana!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This