crédito rural

Quando optar pelo crédito rural? 11 critérios para considerar

O guia completo das melhores práticas de adubação

Ter a possibilidade de utilizar incentivos financeiros para potencializar a produção agrícola pode ser uma ótima oportunidade de crescimento. Entretanto, ter acesso a esse tipo de investimento acaba não sendo algo tão simples. O principal motivo da dificuldade para obter o crédito rural é a falta de conhecimento sobre as normas do Manual do Crédito Rural (MCR).

Pensando isso, o Banco Central recentemente reduziu a quantidade de regras do MCR. O objetivo da redução é incentivar o acesso ao empréstimo para o produtor rural, reduzindo a burocracia, as taxas de juros e melhorando o tempo de aprovação. 

Gostaria de saber um pouco mais sobre o crédito rural e quando optar por utiliza-lo? Continue conosco nessa leitura.

O que é crédito rural?

O crédito rural — também chamado crédito agrícola — é uma linha de financiamento que instituições financeiras autorizadas podem ofertar para cooperativas e produtores rurais. 

Esse financiamento faz parte do Plano Safra, que busca o desenvolvimento econômico no setor rural. Os valores são destinados ao custeio da produção, investimentos em máquinas e tratores, comercialização ou industrialização de produtos.

Os recursos utilizados no crédito agrícola são provenientes do BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e fundos constitucionais, poupança rural, LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e depósitos a vista em bancos. 

Os beneficiários podem ser produtores rurais (famílias ou empresas), cooperativas rurais, agentes envolvidos com pesquisas e outros serviços agropecuários e serviços de escoamento da produção.

O que considerar na hora de escolher a oferta? 

Para escolher o melhor crédito rural, é necessário conhecer as linhas de crédito. Preparamos uma lista para identificar qual deles mais se encaixa a realidade do agricultor.

Você perceberá que todas elas consideram os objetivos de investimento na produção agrícola e é justamente de onde é preciso partir antes de solicitar o crédito agrícola ideal.

  1. Crédito Custeio: Utilizado para cobrir despesas de produção agrícola; 
  2. Custeio Fácil: indicado para cobrir despesas de produção agrícola cujo valor é inferior a R$300 mil, devido a algumas facilidades;
  3. Custeio Antecipado: pode ser liberado até 270 dias antes do plantio, indicado para o agricultor que deseja planejar e melhorar as condições para o trabalhador;
  4. Custeio PRONAMP e Investimento PRONAMP: direcionados para cooperativas e produtores amparados pelo PRONAMP (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural);
  5. Custeio PRONAF para cooperativas: direcionado para cooperativas de crédito que apoiam pessoas que participam do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar);
  6. Crédito de Comercialização para Cooperativas: antecipa em 240 dias o valor recebido com a venda de produtos rurais;
  7. Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor: garante ao produtor a compra dos produtos cooperados a um preço mínimo ou ao preço de referência definido no MCR (e FGPP (Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor);
  8. Assistências Técnicas e Extensão Rural (ATER): voltado para a industrialização e preservação do meio ambiente, deve ser conveniado a uma instituição financeira;
  9. Crédito Investimento: direcionado ao agronegócio para aquisição de máquinas, equipamentos ou animais, tratamento de solo e construções.
  10. Modernização de Frota: direcionada a aquisição de veículos utilizados no campo como tratores, colheitadeiras e caminhões de fabricação nacional;
  11. Agropecuária: direcionada para o investimento em inovações tecnológicas.

Quando o crédito rural vale a pena?

O crédito rural pode ser utilizado quando surge a necessidade de se manter competitivo na atividade, aumentando as chances de produzir com eficiência e sustentabilidade econômica e ambiental.

Essa iniciativa governamental deve incentivar um agro mais verde, mais produtivo, inovador e mais tecnológico. Atendendo às exigências da sociedade (nacional e internacional) por uma produção agrícola que garanta a sobrevivência do planeta.

Portanto, se você precisa de maquinário, investir na produção de um novo grão, entre outras exigências para crescer a sua produção e trazer rentabilidade para a lavoura, o crédito rural é uma alternativa.

Entre os benefícios, podemos citar:

  • facilita a comercialização dos produtos agropecuários;
  • fortalece o setor rural, principalmente os pequenos e médios produtores;
  • incentiva a introdução de tecnologia na agricultura e modernização nos processos agrícolas;
  • estimula os investimentos rurais, inclusive o armazenamento, beneficiamento e industrialização de produtos agropecuários.

Para o produtor que deseja adquirir o crédito rural, é necessário procurar um dos órgãos que fazem parte do Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR), para que a solicitação seja analisada de acordo com as normas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Falando em fortalecimento do setor rural, aproveite que está aqui e confira como ser um produtor rural de sucesso.

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.