O seu alvo está muito escondido? Como melhorar a penetração em uma pulverização?

Quanto mais escondido estiver o alvo, mais difícil será atingi-lo. Seguindo essa afirmação, o tamanho da gota e o vento ambiente são imprescindíveis para melhorar a penetração do agroquímico. Para entender esse processo, precisamos compreender o caminho percorrido pela gota após ser pulverizada. Se o vento ambiente faz o papel de “conduzir” a gota ao alvo, é ele o responsável por colaborar na deposição ou no desvio das gotas aos terços médio e inferiores das plantas. Portanto, vento ambiente com velocidades entre 4 e 10 km/h são os desejáveis para a maioria das aplicações, enquanto o vento zero diminui a penetração.

 

A tabela abaixo mostra um resumo das principais características técnicas da pulverização, importante entendê-las e buscar o melhor ajuste para cada situação.

 

O guia completo das melhores práticas de adubação

 

As imagens abaixo ilustram o potencial de penetração para diferentes classes de gotas considerando-se o mesmo volume de pulverização.

 

Observando melhor o ambiente no qual a maioria das aplicações de agroquímicos ocorre, entendemos que estamos lidando com fatores climáticos sobre os quais não podemos exercer qualquer ação, devemos apenas entendê-los e buscar a melhor forma de minimizar os seus impactos.

Bicos de pulverização possuem classes distintas de gotas. Consulte os nossos catálogos e conheça qual o tamanho de gota tem o bico que você possui.

Compartilhe !

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

3 Comentários

  1. Parabéns Equipe da Jacto…
    Informações simples e de uso pratico…
    Muito Bom…

    1. Vitor, muito obrigado pela parceria e confiança. Conte Conosco!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.