Acheter generique lexapro escitalopram des prix avantageux dans une pharmacie en ligne sans ordonnance Acheter celexa citalopram livraison gratuite d une pharmacie en ligne fiable Acheter Atarax (Hydroxyzine) de France M├ędicaments en ligne Acheter Cialis Professional 100 mg ED Pharmacy en ligne Acheter Cialis Super Active 20 mg en ligne

Meridia - processo de plantio

 Processo de plantio: o que é e sua importância

O processo de plantio não tem apenas relação com a semente no solo, mas também, com toda a manipulação até chegar ao produto final. Se falamos de uma planta específica, isso vai desde a compra da semente até o resultado da colheita. Mas, quando falamos da agricultura em geral, abrangem-se mais coisas.

Isto é, o ciclo de produção começa no planejamento do que será feito ao longo de um ano ou de todo o sistema produtivo. Isso pode incluir, por exemplo, o calendário de plantio agrícola, a rotação de culturas, a compra de maquinários e tantos outros fatores.

Visando explicar um pouco melhor como isso tudo funciona, neste texto nós vamos dar algumas dicas quanto aos tipos de preparo do solo e como eles impactam o planejamento e gerenciamento da produção agrícola. Continue lendo!

Como fazer um gerenciamento do sistema de produção agrícola?

O gerenciamento desse ciclo é importante principalmente para reduzir o custo de produção agrícola e otimizar a eficiência do processo. Isso vai alavancar a produtividade e, em consequência, a lucratividade de uma propriedade, tornando a agricultura mais inteligente e rentável.

Porém, para que realmente atinja o resultado esperado, ele precisa percorrer algumas etapas, como as que você verá a seguir.

Planejamento agrícola

O planejamento agrícola é a primeira etapa e, talvez, a mais importante delas. Deve ser feita com base em estudos de mercado, previsões climáticas e em um levantamento de custos de produção. É preciso avaliar todos os fatores que podem interferir em uma cultura, elegendo quais serão os insumos necessários para que se desenvolva de forma adequada e alcance todo o seu potencial produtivo.

Geralmente, ele é feito entre os períodos de janeiro e março de cada ano, para definir:

  • as culturas;
  • as operações necessárias;
  • os fertilizantes demandados;
  • os corretivos;
  • os defensivos;
  • as sementes;
  • as máquinas.

Compra de insumos

A próxima etapa é a da compra dos suprimentos que serão necessários para a cultura. Um bom planejamento e negociação dessa etapa pode ajudar a otimizar vários custos, identificando e aproveitando oportunidades para adquirir os insumos corretos por um preço competitivo.

Além disso, pode auxiliar no armazenamento, principalmente, fornecendo informações importantes para a estocagem da maneira correta, tanto em relação às condições como ao tempo limite de cada insumo.

Preparo, semeadura e manejo

Com os insumos em mãos, é chegada a hora de preparar o solo, criando as melhores condições para que as sementes e plantas se desenvolvam, com as características físicas ideais e o controle de fatores como erosão e infiltração de água.

O planejamento eficiente das variedades de cultura também é importante. É preciso escolher estrategicamente quando cada cultura será introduzida, aproveitando o máximo potencial de cada uma delas. Para tanto, a mão de obra deve ser qualificada e os equipamentos devem ser de alto desempenho operacional.

Colheita

O último passo é a colheita, e é importante se certificar de que ela ocorra na época certa. Para tanto, é fundamental que o produtor esteja de olho e acompanhando a previsão meteorológica, além de mobilizar todos os recursos e equipamentos necessários para tudo ocorrer dentro dos prazos determinados.

Quais são os três tipos de preparo de solo que existem?

Existem três principais sistemas de preparo do solo, eles são Direto, Convencional e Cultivo Mínimo. Cada um deles tem diferentes técnicas para o manejo do solo, para a rotação das culturas, entre outros. Fora isso, é necessária a avaliação de aspectos geográficos, do clima e do tipo de colheita para garantir um bom resultado.

A seguir, vamos conhecer quais são as principais características de cada um. Confira!

Convencional

O convencional se caracteriza por utilizar técnicas mais tradicionais de cultivo, especialmente a aração e a gradagem. Geralmente, no processo, toda a vegetação deve ser retirada, e o solo é revolvido por meio das duas técnicas citadas. A vantagem é que elas facilitam o crescimento das raízes das plantas e proporcionam melhor absorção da água e boa oxigenação, já que aumentam a porosidade do solo.

Também é comum que durante esse processo ocorra a aplicação de cal, com o intuito de corrigir a acidez da terra, e o uso de defensivos agrícolas para ajudar no controle de pragas.

Direto

É um processo em que a lavoura precisa ter um sistema de rotação de cultura. Nesse caso, o cultivo acontece utilizando a palhada seca da produção anterior. O objetivo dessa técnica é manter os nutrientes por meio da cobertura do solo, utilizando palhas e restos vegetais para a terra se manter preservada e protegida de possíveis problemas, como a erosão.

No direto, o solo só é manuseado no período de plantio, em que se usa uma semeadora para abrir uma fenda, depositando os fertilizantes e as sementes. Após esse processo, a terra é deixada como está, e o produtor apenas faz um controle de pragas. É preciso destacar que a rotação de culturas é muito importante para essa prática, inclusive, para ajudar na produtividade.

Segundo pesquisas realizadas pela Embrapa com produtores do Acre, o plantio direto reduz o período de desenvolvimento e instauração da pastagem, proporcionando até 15% de economia e reduzindo os impactos ambientais.

Cultivo mínimo

O objetivo desse tipo de plantio é que ocorra o mínimo de revolvimento e compactação da terra; nesse contexto, o uso de máquinas agrícolas é reduzido. O que acontece é uma preparação do solo para formar uma camada vegetal, por isso, a plantação é feita em cima de cultivos anteriores.

É um tipo de sistema que está entre o direto e o convencional, utilizando a técnica grade leve ou arado escarificador, com o propósito de romper a camada adensada, isto é, a de maior densidade, que é consequência da formação natural do solo. A grade é muito importante para manter o controle de plantas daninhas, no entanto, não é recomendado que o local tenha incidência de pragas ou pouca compactação da terra.

Qual é a importância de planejar o processo de plantio?

O preparo do solo é processo fundamental para o sucesso da plantação, ele é o responsável por garantir que a produção atinja o objetivo na safra. Mas, além disso, é uma estratégia que pode trazer grandes resultados, como:

  • utilização de recursos eficientes: ele garante que os materiais como terra, fertilizantes, água e sementes sejam utilizados de forma eficiente, trazendo mais economia e evitando os desperdícios;
  • aumento da produção: o preparo do plantio necessita de uma observação de outras variáveis, como a época do cultivo, a periodicidade da rotação e até o espaçamento das sementes. Esses fatores ajudam a tornar o cultivo mais produtivo;
  • controle de pragas e doenças: como vimos, algumas das técnicas de cultivo são essenciais para lidar com as pragas e enfermidades que podem afetar a plantação; por exemplo, a convencional, em que se usa aração e gradagem, ou mesmo o cultivo direto. Isso proporciona mais chances para que a plantação seja bem-sucedida;
  • menos exposição aos riscos climáticos: embora seja impossível controlar o clima, o planejamento ajuda a se prevenir contra as possíveis condições climáticas que podem afetar a plantação. Ele ajuda para que os agricultores se preparem para períodos de chuvas intensas, de seca, entre outros;
  • auxílio na comercialização: o planejamento é uma ferramenta fundamental para o produtor conseguir vender seus produtos, isso porque, com ele, é possível saber exatamente o momento ideal da plantação e garantir que sejam colhidos e armazenados no momento certo;
  • sustentabilidade: por fim, o planejamento é muito importante para a sustentabilidade, já que incentiva as práticas agrícolas mais sustentáveis; por exemplo, a conservação do solo, evitando que ele seja manuseado a ponto de retirar seus nutrientes. Também ajuda na preservação da biodiversidade.

Como a tecnologia pode ajudar nesse sentido?

A tecnologia ajuda a mensurar e a monitorar todos os dados relativos ao calendário de plantio agrícola. Com isso, o produtor rural consegue ter maior controle sobre o que está acontecendo. Ainda, ele conta com mais previsibilidade em relação à lavoura. Por fim, proporciona que o banco de dados se torne uma fonte segura e confiável para insights valiosos dentro do processo de tomada de decisão.

O que é fundamental para acertar nas escolhas durante o período produtivo, assim como na negociação com os clientes e na gestão financeira do negócio, por exemplo. De acordo com matéria do Capital News, entre 2020 e 2021, a quantidade de equipamentos tecnológicos vendidos para o setor aumentou em 26%.

O que a Jacto Next oferece para a gestão do seu negócio?

A Jacto Next disponibiliza a tecnologia necessária para facilitar a gestão do seu negócio. Isso tudo é oferecido por meio de soluções integradas e completas para a Agricultura 4.0, com:

  • Instrumentação Multimarcas;
  • Assinatura de Correções de Sinais (GPS);
  • Desbloqueio de Taxa Variável.

E em treinamentos, como:

  • Treinamento Operacional;
  • Tecnologia de Aplicação;
  • Inspeção de Máquinas.

Além disso, contamos com diversos serviços que contribuem para a digitalização da fazenda, o que inclui desde a ampliação da cobertura de sinal de internet até a gestão efetiva das operações.

Deu para perceber que, quando se fala em processo de plantio, é essencial entender a importância de conhecer os tipos de cultivos, os insumos e as máquinas que serão utilizadas, a fim de fazer um bom planejamento. Até porque esse é um processo para garantir a eficiência da safra, além de melhor aproveitamento dos insumos.

Gostou deste texto e entendeu como gerenciar o processo de plantio de forma estratégica e eficaz? Quer continuar aprendendo sobre técnicas de cultivos e equipamentos? Então, confira mais os conteúdos do Blog da Jacto!

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

2 Comentários

  1. Its like you learn my thoughts! You seem to grasp so much approximately this, such as you wrote the e-book in it or something. I believe that you simply can do with some to force the message home a little bit, but other than that, this is fantastic blog. An excellent read. I will certainly be back.

    1. Good morning, everything good? We are glad you liked our content! Stay tuned for more texts like this one!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.