pulgões

Veja quais são os melhores métodos para eliminar pulgões na lavoura

O guia completo das melhores práticas de adubação

Combater os pulgões na lavoura é uma das maiores preocupações dos agricultores, pois eles causam prejuízos às plantações, especialmente de alface, tomate, pimentão e melão. Esses pequenos insetos sugadores enfraquecem as plantas ao se alimentarem da seiva do caule, folhas e frutos.

As plantações atingidas ficam com as folhas amareladas e começam a murchar. Eles também são vetores de bactérias e vírus que podem afetar as plantas e provocar infecções. Por isso, é importante buscar alternativas para o controle de pragas na lavoura

Neste artigo vamos explicar o que são os pulgões, como eles surgem e os melhores métodos para eliminá-los. Também vamos mostrar a importância de resolver esse problema preservando o meio ambiente e os prejuízos que esse tipo de praga pode causar. Continue a leitura para saber mais!

O que são os pulgões e como eles surgem?

Segundo a EMBRAPA, os pulgões são insetos que sugam as seivas das plantações e vivem em grandes colônias. Na cultura de cenoura, já foram identificadas três espécies, como:

Aphis gossypii insetos pequenos, que pode variar ente 1 e 3 mm de comprimento, com corpo mole e piriforme, apresentando uma coloração de amarela clara a verde-escura, antenas grandes e aparelho bucal sugador;

Cavariella aegopodii — corpo oval, com 2 mm de comprimento, coloração verde e sifúnculos (órgãos excretores) dilatados, enquanto as formas com asas apresentam cor verde-escura e antenas curtas.

Myzus persicae — apresenta ninfas e adultos ápteros (sem asas), corpo verde-claro, rosado ou avermelhado, já os adultos alados têm o abdome verde-amarelado, cabeça e tórax pretos e sifúnculos escuros no ápice.

Os pulgões, também conhecidos como piolhos-das-plantas, ficam agrupados, o que facilita a sua identificação. Além das espécies citadas, há diversos tipos de pulgões, de coloração marrom, amarela, vermelha, cinza, preta ou verde.

Eles se multiplicam com muita facilidade em condições de temperaturas alta e baixa precipitação e se alimentam das hastes, folhas e frutos das hortaliças. Uma das principais causas do seu surgimento é o excesso de nitrogênio no solo que atrai esse tipo de inseto e faz com que ele se espalhe por toda lavoura.

Quais são os melhores métodos para eliminá-los?

A principal medida de controle é a correta identificação da praga. Em seguida é preciso monitorar o nível populacional e fazer o seu controle. Veja, a seguir, formas de acabar com pulgão.

Controle químico

O controle químico é realizado por meio de inseticidas de rápida ação, baixo custo e fácil aplicação. Embora não seja o mais indicado por prejudicar o meio ambiente e oferecer riscos à saúde humana, é o método preferido por muitos agricultores.

Controle biológico

O controle biológico deve ser a principal alternativa, já que ele favorece o equilíbrio e a presença de inimigos naturais como as joaninhas. Para isso, é possível cultivar plantas que as atraem, como coentro, cenoura e salsa. Também é possível utilizar armadilhas coloridas para o monitoramento.

Controle mecânico

Esse tipo de controle é feito manualmente com o auxílio de algodão e uma mistura de água e vinagre ou álcool, em partes iguais. Também podem ser utilizados o confrei e a urtiga. Isso ajuda a retirar os pulgões das folhas e pode ser realizado semanalmente.

Por que é importante resolver o problema sem prejudicar o meio ambiente?

Resolver o problema do ataque de pulgões sem prejudicar o meio ambiente é importante pois contribui para o equilíbrio do solo e proporciona segurança alimentar, evitando o desenvolvimento de doenças por agrotóxicos.

Nesse sentido, é importante observar que a própria natureza dispõe de meios que podem te ajudar a evitar o desenvolvimento do pulgão na lavoura e o que fazer para evitar prejuízos. Para isso, basta conhecer, testar e confiar na eficiência dos métodos naturais.

Quais tipos de prejuízos essas pragas podem provocar?

Os ataques às plantações podem levar a grandes prejuízos tanto para as lavouras quanto para os proprietários. Em geral, os pulgões alteram o desenvolvimento das culturas e causam vários danos. Alguns dos principais danos podem ser:

  • apodrecimento das radicelas;
  • contaminação por vírus e bactérias;
  • declínio rápido da planta;
  • desenvolvimento de fungos.
  • diminuição do tamanho das folhas e frutos;
  • folhas amareladas;
  • ressecamento dos galhos partindo das extremidades.

Quanto à extensão dos prejuízos causados pelos pulgões às plantas, depende da quantidade dessa praga e do seu estágio de desenvolvimento, bem como do suprimento de água das plantas. Contudo, de acordo com a EMBRAPA, os pulgões raramente chegam a causar dano econômico à cultura da cenoura, por exemplo, porque não surgem em grandes populações e são altamente atacados por micro-himenópteros.

Conforme comentamos neste post, os melhores métodos para eliminar os pulgões da lavoura são os mais naturais, pois beneficiam o meio ambiente e não prejudicam a saúde das pessoas. Nesse sentido, além de saber como eliminar as pragas, é importante ter responsabilidade e consciência ecológica no cuidado com as plantações.

Gostou deste post e quer saber sobre esse e outros assuntos relacionados? Então assine a nossa newsletter e receba gratuitamente informações diretamente na sua caixa de e-mail.

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.