Qual a melhor taxa (L/ha) de pulverização? Como adequá-la?

Qual a melhor taxa (L/ha) de pulverização? Como adequá-la?

Quando utilizamos o termo “Taxa de Aplicação” nos referimos à quantidade de produto aplicado por hectare. Na maioria das vezes, ocorre um erro porque rendimento operacional é priorizado enquanto a técnica de aplicação fica em segundo plano.

Calibrar um pulverizador não é apenas ajustar uma taxa de aplicação em função de uma determinada velocidade, mas também adequar a relação correta entre o tipo de agroquímico, o tamanho de gota, as condições climáticas e a quantidade de alvo que queremos pulverizar. Somente após definirmos esses parâmetros é que definimos a taxa de aplicação, ou seja, ela sempre deve ser o reflexo das definições tomadas antes de pulverizar. Será que quando utilizamos taxas na ordem de 100, 50 ou 30 L/ha estamos trabalhando corretamente? Quais fatores devem ser levados em conta para se determinar a taxa de aplicação?

Para que possamos determinar a taxa de aplicação de forma correta devemos obter informações contidas em bulas de agroquímicos, tais como:

• Taxa de aplicação mínima e máxima relacionada com o estágio de desenvolvimento do cultivo em questão;

• Classificação do tamanho de gota escolhida para realização da aplicação;

• Densidade de gotas segundo o tipo de agroquímico a ser aplicado (informação citada no tema ‘cobertura’).

 

Como podemos observar nas imagens acima, a melhor taxa de aplicação é aquela que consegue equilibrar os problemas relacionados às condições ambientais com a melhor cobertura em função do tipo de agroquímico utilizado, estágio de desenvolvimento da planta e rendimento operacional para cobrir toda área no tempo desejado.

 

Powered by Rock Convert

Comments (13)

    1. Ana Paula, ficamos feliz pelo seu retorno e mais motivados em produzir conteúdos cada dia mais relevantes para a agricultura.

        1. Leonardo, boa tarde.
          Por gentileza, nos envie através do e-mail ricardo@jacto o número de série da máquina.
          Agradecemos o contato e a preferência pelos produtos Jacto.

  1. Se uso máquina de 20 litros como faço parar saber quantos ml vou colocar por máquina, a embalagem do herbicida fala que é 1,5 l/há.

  2. Olá

    Interessante o seu blog, apenas faria uma correção se assim o permitir.
    “Quando utilizamos o termo “Taxa de Aplicação” nos referimos à quantidade de produto aplicado por hectare.” sendo este o primeiro parágrafo.

    Taxa de aplicação não é a quantidade de produto aplicado por hectare.

    Taxa de aplicação é a quantidade de calda aplicada por hectare.

    Dose é a quantidade de produto aplicada por hectare.

    1. Lisandro,
      Muito obrigado pelas observações, com certeza iremos nos atentar nos próximos conteúdos.
      Continue acompanhando as publicações e por gentileza, contribua sempre para a melhoria dos nossos conteúdos.
      Abraços!

  3. Parabéns a toda equipe, os conteúdos aqui publicados ajuda e muito no entendimento sobre o processo de pulverização.

  4. Parabéns a Toda Equipe da Jacto.
    Gostaria que pudéssemos de alguma forma incluir nesse foro algumas discussões sobre o uso de Adjuvantes.
    Usamos na maioria das aplicações buscando qualidades ou qualificações funcionais especificas ou benéficas que interferem diretamente na dinâmica do fluido e resultante das pontas de pulverização…

    Forte Abraço a Todos…

    1. Vitor, boa tarde.
      Ótima sugestão, com certeza iremos incluir sim esse assunto.
      Muito obrigado pelo seu apoio e confiança.
      Conte conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This