Agroinfluencer: conheça um pouco da história de Camila Telles!
agroinfluencer

Conheça a Camila Telles: uma das influenciadoras agro no Brasil

As mulheres do agro continuam com toda a força movimentando o setor e defendendo agricultores e pecuaristas de inverdades que circulam nas redes sociais e na mídia convencional. Uma agroinfluencer que despontou no cenário agro brasileiro e levanta a bandeira em defesa do setor é Camila Telles.

Entrevistamos a produtora rural e vamos compartilhar aqui um pouco da sua história e da sua visão forte e marcante sobre o agronegócio atual. Acompanhe!

Um pouco da história de Camila Telles

Camila Telles é produtora rural e formada em Relações Públicas. Desde 2015, dá palestras sobre a comunicação no agro. A desvalorização do agro é um problema que sempre a incomodou. Apesar de essa luta ser antiga, foi somente este ano (2019) que seus vídeos viralizaram. Ela ficou conhecida como a digital influencer que desmentiu fake news sobre o agro divulgadas por famosos.

“Não planejei isso. Mas sempre esteve no meu planejamento usar a comunicação como ferramenta estratégica para valorizar o agro”, comenta Camila. Segundo ela, a projeção na mídia acabou acontecendo talvez pela naturalidade que ela foi se tornando uma influencer. “Que bom que estou achando o ‘tom’ e atingindo um público que vai além da porteira”, acrescenta a youtuber.

Mas estar sob os holofotes é sempre complicado. Essa exposição é acompanhada de uma opinião muitas vezes vista como polêmica e bem-definida. A produtora conta que já recebeu muitas mensagens pesadas e, no início, isso incomodava bastante. A solução? “Focar no meu propósito e nunca esquecer meus valores e crenças. As críticas, mesmo as pesadas, vão sempre fazer parte. As mensagens de produtores e produtoras de todo o Brasil compensam e me motivam a continuar sempre! :)”.

“Focar no meu propósito e nunca esquecer meus valores e crenças”

Um canal que conta a verdade e mostra a força do agro

Em seu canal no YouTube, Camila promove a conscientização e a valorização do agronegócio no país. E a produtora preza pela veracidade nos dados divulgados. Ela trabalhou na CNA, órgão que tem uma equipe técnica extremamente qualificada e preparada com muitas informações que basearam seus vídeos. Além disso, a influencer sempre procura pesquisas e artigos da Embrapa, MAPA, FAO e outras entidades e universidades nacionais e internacionais.

Camila reconhece que um dos maiores desafios do canal é não ser repetitiva. Afinal, quando se faz uma coisa criativa, as pessoas esperam sempre mais. Por isso, ela conta que está se estruturando melhor e com mais calma, já que tudo aconteceu muito rápido, para oferecer conteúdos com uma qualidade cada vez maior e mais criativos para seu público. “Vem muita novidade boa por aí!”, revela.

“Vem muita novidade boa por aí!”

Uma mulher no agro

“Não gosto do discurso de ficar enfatizando que ‘a mulher é forte e capaz’. Nós somos desde sempre e sabemos disso”. Para Camila, cada uma tem sua forma de mostrar sua força e sua voz. “A minha é no dia a dia e nos meus vídeos”, afirma. E ela dispara: “Uma mulher de 26 anos expondo sua opinião sobre assuntos polêmicos e envolvendo personalidades da mídia jamais pode ser considerada ‘sexo frágil’ — muito homem não consegue se expor dessa forma”.

“Uma mulher de 26 anos expondo sua opinião sobre assuntos polêmicos e envolvendo personalidades da mídia jamais pode ser considerada ‘sexo frágil’ — muito homem não consegue se expor dessa forma”.

Para a youtuber, a melhor parte de ser uma influencer do agro é conhecer pessoas. “Tenho conhecido pessoas incríveis e aprendido muito com elas. No quesito profissional e pessoal também. Tem sido incrível perceber que as pessoas se sentem representadas por mim. Toda vez que recebo um abraço apertado (que são muitos), sinto que estou no caminho certo”.

Camila Telles e o agronegócio de hoje no Brasil

Na opinião de Camila Telles, o agronegócio brasileiro precisa manter uma evolução constante. A nova geração que está atuando no campo tem o desafio de produzir cada vez mais usando tecnologias que permitam utilizar o mesmo espaço territorial. Além disso, cada vez mais, o agro tem que estar nas discussões sobre sustentabilidade. Precisamos “seguir trabalhando por isso com uma comunicação eficiente que mostre o que já estamos fazendo dentro das nossas propriedades”.

Não é novidade que a agropecuária segura a economia do nosso país. O Brasil é essencialmente agrícola, e as pessoas não conseguem ver o quanto isso é importante. Camila defende: “Não somos vilões, não podemos ser vistos como vilões, e a forma que o brasileiro divulga o nosso agro é negativo para o país como um todo, incluindo sua reputação no exterior”. A influencer acrescenta que “falta informação, respeito e bom senso para quem só sabe criticar o nosso setor sem querer entender melhor sobre ele”.

“Não somos vilões, não podemos ser vistos como vilões e a forma que o brasileiro divulga o nosso agro é negativo para o país como um todo, incluindo sua reputação no exterior”.

Camila Telles e o agronegócio do futuro

Recentemente, Camila foi à Alemanha, onde compareceu ao evento Agritechnica. Lá, ela percebeu como a agricultura do futuro está muito mais próxima do que imaginamos.

Com essa experiência, ela diz empolgada: “As pessoas se surpreendem com carros autônomos e elétricos, mas não têm noção do que está chegando para a agricultura: tratores autônomos, megadrone como pulverizador, as plantas daninhas sendo exterminadas na raiz sem produtos químicos… E o mais incrível é que o agro não vai perder sua essência mesmo com todas essas tecnologias”.

“Somos a profissão e a atividade mais antiga do mundo e nunca vamos deixar de existir”.

Nesse cenário de avanço e inovações no agronegócio, Camila reconhece a Jacto como uma “empresa séria com a essência brasileira e que está trazendo adaptações tecnológicas e facilidades para o produtor rural de diferentes segmentos”.

Camila Telles é a digital influencer no agro que se une a muitas outras vozes para defender o setor e promover a inovação, a valorização e a enorme relevância da agricultura e da pecuária no desenvolvimento do país.

Que tal começar você também a influenciar outras pessoas a valorizar o agronegócio? Compartilhe este post em suas redes sociais e contribua para a força do agro!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This