plantas daninhas

Plantas daninhas: saiba como gerenciá-las com eficácia

O guia completo das melhores práticas de adubação

Infelizmente, a história da agricultura e das plantas daninhas não é algo separado. Durante os séculos de desenvolvimento da prática de cultivo, esse tipo de praga também conseguiu evoluir. Por sorte, ao longo dos séculos, formas de conter e até de eliminá-las foram criadas.

Porém, já adiantamos que não é um processo simples: é preciso entender o tipo de cultura e de solo, além de administrar o maquinário para que a gestão das plantas daninhas seja eficiente.

Neste texto, vamos falar de algumas das melhores maneiras de gerenciar esse tipo de praga. Confira!

O que são plantas daninhas?

É caracterizado como planta daninha o tipo de plantação que cresce onde não é desejado, gerando danos não só à cultura, já que disputa os nutrientes, mas atraindo outras pragas para o plantio. Esse tipo de planta tem algumas características padrões, como:

  • crescem rápido;
  • produzem muitas sementes;
  • resistem às variações climáticas;
  • liberam toxinas;
  • diminuem a qualidade dos grãos;
  • absorvem os nutrientes e a água do solo rapidamente, entre outras.

Qual é a importância do controle de plantas daninhas?

Quem trabalha com a lavoura sabe que esse tipo de planta causa grande dano às plantações. Em muitos casos, elas estão ali para disputar os nutrientes, a água e o espaço, além de atraírem pragas. Logo, o agricultor precisa ter um grande cuidado com as plantas daninhas, realizando o controle para que elas não se propaguem e prejudiquem a produção.

Para se ter uma ideia, essas pragas podem afetar diretamente as máquinas, bloqueando os tubos de drenagem e, até mesmo, dificultar o desenvolvimento das plantas jovens. Portanto, se o agricultor quer ter sucesso no seu cultivo, precisa investir na gestão das plantas daninhas.

Como elas podem ser prejudiciais?

De modo geral, as plantas daninhas geram dois tipos de problemas para o agricultor: o dano direto e o indireto. O primeiro está relacionado ao desenvolvimento da cultura, quando essa planta cresce junto da plantação e compete por luz, nutrientes, espaço e água, gerando uma perda na produtividade.

Já o indireto ocorre no estágio mais avançado, especialmente, na hora da colheita. As máquinas acabam colhendo muitas dessas plantas, que afetam a umidade do grão e geram perda das sementes.

Além desses dois, pode surgir outro problema que é o fato de que muitas dessas plantas atraem pragas. Isso porque servem, inicialmente, de alimento e, depois, levam a atacar o cultivo.

Como fazer o gerenciamento de plantas daninhas?

Em primeiro lugar, é muito importante a atenção com o tipo de plantas daninhas que afetam a sua cultura. Existem diferentes espécies que demandam um cuidado específico, inclusive, em relação ao estágio de desenvolvimento.

Neste tópico, separamos as ações mais gerais para o controle. Continue!

Utilize produtos específicos

Existem muitos produtos específicos para o controle e eliminação desse tipo de praga, principalmente, em seu estágio inicial. Você encontrará vários defensivos, mas é importante estar atento a uma coisa: a possibilidade de resistência dessas plantas.

Acontece que, quando se usa o mesmo tipo de produto, a tendência é que essas plantas fiquem mais resistentes, de forma que o defensivo não tenha mais efeito. Por isso, ao utilizar produtos químicos para o controle, aconselhamos a diversificar o manejo para garantir a sua eficácia.

Cuide do solo

O solo é um dos principais componentes para o sucesso da lavoura. É nele que se encontram os nutrientes, e afeta, também, a forma como a água será absorvida. É bom entender que, se não cuidado, acaba por ser um dos responsáveis pelo desenvolvimento das plantas daninhas.

Portanto, o seu tratamento é fundamental para garantir que elas não se proliferem. Para isso, a solarização do solo ou a inundação são uma boa estratégia.

No caso da primeira, a recomendação é para o uso de polietileno transparente, ajudando no aumento da temperatura e impedindo o desenvolvimento da praga. Já na segunda, a inundação, podem ser utilizadas lâminas de água ou tabuleiros em áreas abertas.

Limpe corretamente as máquinas agrícolas

A limpeza das máquinas agrícolas deve ser uma ação constante para o produtor rural. Essas ferramentas podem conter resíduos e ser responsáveis pelo transporte das sementes das plantas daninhas.

Claro que outros agentes, como o vento, a água e até os pássaros, podem ter um papel grande na disseminação, mas o maquinário mal cuidado é um grande fator. Especialmente para as máquinas colhedoras, o que recomendamos é a limpeza periódica desses equipamentos.

O ideal é sempre limpá-las assim que terminar a colheita ou quando for trocada a lavoura ou o talhão. Procure realizar essa atividade longe de áreas próximas do cultivo, em um local em que seja fácil destruir os resíduos encontrados.

Conte com ajuda especializada

Apesar de ser responsabilidade do produtor rural fazer a gestão das plantas daninhas, ele não precisa realizar esse processo totalmente sozinho. Hoje em dia, existem muitas formas de contar com ajuda especializada para melhorar o manejo dessa praga e não prejudicar a produção.

Destacamos o uso da tecnologia ao seu favor, especialmente, no caso das máquinas. A Jacto trabalha com pulverizadores com tecnologia PWM, isto é, controle fino da pressão. Os equipamentos, a partir de sensores, conseguem fazer uma aplicação localizada. Eles são capazes de só despejar onde há massa verde, isto é, em cima da planta.

Além disso, o operador tem o controle da aceleração e desaceleração, e da vazão nas variações de jato. Logo, proporciona uma gota mais uniforme, garante economia e mais qualidade na pulverização.

Entender como as plantas daninhas se comportam e quais são as melhores maneiras de fazer o seu controle é a melhor forma de garantir um cultivo saudável. Tanto em uma área grande quanto pequena, esse tipo de praga é mais comum do que parece, e é importante que o produtor rural invista não só em defensivos, mas também, na gestão do solo adequada e em equipamentos que possam proporcionar melhor distribuição das substâncias.

Este texto foi útil para você? Quer continuar acompanhando mais sobre o mundo da agricultura? Então, veja mais informações sobre o controle de plantas daninhas!

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.