Acheter generique lexapro escitalopram des prix avantageux dans une pharmacie en ligne sans ordonnance Acheter celexa citalopram livraison gratuite d une pharmacie en ligne fiable Acheter Atarax (Hydroxyzine) de France M├ędicaments en ligne Acheter Cialis Professional 100 mg ED Pharmacy en ligne Acheter Cialis Super Active 20 mg en ligne

erp agronegócio

ERP de agronegócio: 5 motivos para investir

A tecnologia é uma aliada natural dos produtores rurais. Afinal, em um mercado tão pujante para a economia, nada mais natural que surjam soluções digitais cada vez mais modernas para potencializar a lucratividade dos trabalhadores e a qualidade do produto final que chega ao público. É o caso do ERP de agronegócio

Essa tecnologia que ajuda os produtores a gerenciar de perto as suas atividades e tomar decisões mais embasadas para entregar produtos cada vez melhores para seus clientes. Neste post, falaremos sobre a definição dessa ferramenta, os benefícios e o que considerar na hora de adquirir. Acompanhe conosco!

O que é ERP de agronegócio? 

Hoje, produtores rurais podem encontrar tecnologias que ajudem a preparar o solo, controlar as pragas, otimizar as práticas na lavoura e outras necessidades típicas do trabalho no campo. Com isso em mente, podemos nos perguntar: e se tivéssemos um sistema de gestão centralizado que armazenasse todos os dados e ajudasse na digitalização da fazenda?

Bom, esse software já existe: é o ERP, de Enterprise Resource Planning, ou “Planejamento dos recursos do empreendimento”. Essa solução se destaca justamente pela capacidade de armazenar dados de diversos setores de um negócio, promover a integração entre eles e aumentar a eficiência geral.

O mais interessante é que hoje já é possível contar com soluções totalmente projetadas para o agronegócio. Elas fornecem uma visão integral de cada negócio em uma plataforma centralizada. As informações do sistema são atualizadas em tempo real, o que aumenta a efetividade nas tomadas de decisão — que não serão mais baseadas em achismos.

O ERP é uma evolução natural de programas como o Excel e também daquela velha prática de anotar informações em papéis. Ele elimina todo esse trabalho manual enquanto oferece, aos produtores, a possibilidade de identificar possíveis gargalos de produtividade e eficiência operacional.

Como ele funciona?

Os ERPs adaptados para a agricultura realizam toda a gestão de uma propriedade ou empresa. Por meio da análise de dados, da automatização e da retenção de informações relevantes, eles ajudam produtores a conhecer melhor a sua própria produção.

Os ERPs têm como principal característica a capacidade de integrar todas as áreas de uma cadeia. Em termos de agronegócio, isso significa que o usuário terá um controle completo de áreas como produtividade, qualidade, distribuição, com um foco tanto em questões financeiras como fiscais. 

Parece muita coisa, não é? Mas os ERPs projetados para o negócio oferecem funcionalidades e módulos que se adéquam perfeitamente às necessidades do segmento. Além de mapear e armazenar informações, essa solução automatiza processos manuais e gera indicadores relevantes para que as decisões sejam as mais precisas. 

Como se não bastasse, essas ferramentas ajudam a controlar o nível de insumos, a distribuição da produção e também mapeiam os meios de transporte, proporcionando o controle de toda a logística do trabalhador rural.

Tudo isso opera em painéis intuitivos e com módulos que podem ser customizados de acordo com as preferências do usuário. Essa capacidade de reinvenção é o que explica o sucesso dos ERPs e sua adaptação a diferentes ramos de atuação.

Por que investir em um ERP de qualidade?

Falamos do conceito, agora falaremos dos benefícios específicos que fazem valer a aquisição de um ERP.

1. Otimização de atividades

A integração e a centralização das informações em um ERP otimizam toda a atividade na fazenda, assim como maximiza a produtividade. Com esses atributos, a gestão é facilitada, uma vez que muitas das rotinas manuais são automatizadas.

Com um sistema de gestão integrada, produtores não precisarão mais anotar todos os dados em planilhas ou até mesmo em cadernetas. Que tal utilizar esse tempo economizado para trabalhar em atividades mais produtivas no campo?

2. Monitoramento de resultados

Um bom ERP conta com indicadores de performance para apontar todos os pontos positivos e negativos nas operações. Assim, será possível conferir se todas aquelas metas estabelecidas no planejamento estratégico da fazenda estão sendo atingidas.

Com as métricas fornecidas pelo sistema, será bem mais fácil mensurar resultados objetivos e comparar períodos. Ao colocar lado a lado os dados de um mês específico em 2022 e aqueles do mesmo período em 2021, por exemplo, você terá uma visão clara do que precisa evoluir.

3. Automação de processos

Um ERP para negócio conta com a automatização de atividades manuais e a centralização de dados. Dessa forma, será possível visualizar os gargalos, ineficiência e gastos desnecessários — e corrigi-los por meio da automação de processos que sejam eficientes para a propriedade.

O sistema é capaz, por exemplo, de avaliar se um determinado insumo agrícola está em excesso ou em falta em seu estoque. Com essa capacidade, você reduz os desperdícios e foca os seus gastos de maneira mais produtiva.

4. Melhoria na gestão financeira

Outro ponto que merece destaque no trabalho de produtores é a gestão, tanto financeira como contábil. Como o nosso país tem muitas leis e exigências fiscais, agricultores costumam cometer erros que resultam em multas pesadas.

Contudo, esse risco é minimizado com um ERP, uma vez que a inteligência embarcada do sistema facilita esse gerenciamento e também emite relatórios fiscais precisos. Você evita multas e ainda entende melhor a situação financeira da sua fazenda.

5. Custo-benefício

Um ERP pode ser comprado ou também ser utilizado por meio de planos mensais. Qualquer que seja a sua escolha, não desanime com os preços. Isso porque todas as vantagens que listamos até o momento mostram que os ganhos são muito maiores que qualquer gasto inicial.

Como escolher um bom ERP de agronegócio? 

Um software ERP para a gestão de atividades agrícolas deve ter funcionalidades que se adéque às necessidades de cada produtor. Uma delas é a capacidade se integrar a outras tecnologias, para otimizar o monitoramento de resultados e reduzir o desperdício.

Um ERP para o agronegócio deve entregar:

  • produtividade;
  • informações bem embasadas para facilitar a tomada de decisão;
  • reduzir os gastos com métricas e análises automatizadas dos dados inseridos no sistema.

Além disso, também vale a pena verificar se o software escolhido trabalha com a computação em nuvem — o que é indispensável para armazenar e acessar facilmente os dados de cada propriedade. A solução deve ser robusta o suficiente para se integrar a outras ferramentas da chamada Agricultura 4.0.

Desse modo, será possível realizar a digitalização completa da fazenda e modernizar os processos. Produtores poderão integrar os dados da propriedade, armazenados no ERP, e conectá-los a softwares de rastreamento, monitoramento e sensores, por exemplo.

Como pudemos ver, um ERP de agronegócio é uma das soluções que ajudam qualquer produtor a gerenciar e fortalecer o seu patrimônio rural. Com ele, você tem acesso a dados centralizados, automação de atividades, geração de relatórios e muitas outras características que justificam a aquisição de um sistema assim.

Gostou do artigo e quer continuar otimizando a gestão da sua propriedade? Então, aproveite a visita para ler nosso artigo sobre gerenciamento rural!

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.