transporte de máquinas agrícolas

3 pontos de atenção no transporte de máquinas agrícolas

O transporte de máquinas agrícolas é um serviço especialmente importante quando é necessário fazer o reparo ou substituição dos veículos. Como normalmente apresentam peso e dimensões que superam o permitido nas estradas, é preciso seguir normas de segurança para fazer o transporte da forma correta.

Neste artigo, vamos falar sobre as principais regras para transporte de máquinas agrícolas no Brasil. Entenda que medidas de segurança são importantes para realizar o procedimento com segurança e dentro do que as leis de trânsito exigem.

Qual é a importância do maquinário agrícola nas lavouras atuais?

A mecanização agrícola é de grande importância para o agronegócio mundial. Afinal, as máquinas geram alta produtividade nas atividades do campo, além de reduzir custos, aumentar a eficiência e garantir a competitividade do agronegócio.

Algumas vantagens da mecanização estão relacionadas à redução do custo de mão de obra, uma vez que apenas uma única máquina é capaz de realizar o trabalho de dezenas de trabalhadores. Essa agilidade permite também que o produtor rural consiga respeitar o calendário agrícola.

Apesar das grandes vantagens, o uso desse maquinário pesado nas lavouras exige cuidados com a segurança do operador e das pessoas ao redor.

Quais são as práticas de segurança na operação de máquinas agrícolas?

É necessário fornecer ao operário a segurança necessária para evitar acidentes. Os cuidados estão ligados não somente aos equipamentos, mas também às melhores práticas de manuseio.

Utilize EPIs (Equipamentos de Proteção Individual)

Os Equipamentos de Proteção Individual precisam ser condizentes com a atividade realizada. O empreendedor rural precisa fornecer esses itens aos seus funcionários. Os itens mais recorrentes às atividades no campo são para:

  • os olhos e a face — máscaras, óculos de segurança, protetores faciais;
  • a cabeça — chapéus de aba larga, capacetes;
  • as vias respiratórias — máscaras respiratórias;
  • o tronco — blusão, capa de chuva;
  • os ouvidos — abafadores de ruído, protetores auriculares;
  • os membros inferiores — botas de PVC, botinas de couro;
  • os membros superiores — luvas e mangotes.

Ofereça treinamento aos operadores

Outro passo importante é treinar os trabalhadores para que possam operar a máquina e suas tecnologias de forma adequada conforme as normas de segurança. Aliás, cada operador precisa estar qualificado para trabalhar com sua respectiva máquina.

No caso de algum acidente, por exemplo, vai ser cobrado se o operador tem o treinamento para operar aquela máquina. Muitas vezes, coloca-se um operador que não tem a capacitação correta; se acontece um acidente, a primeira informação que tanto as autoridades quanto a seguradora vão pedir é o certificado do treinamento do operador que estava dirigindo.

Tenha um plano de manutenção periódica

A manutenção preventiva é fundamental para evitar falhas que poderiam gerar riscos para o operador. Além disso, ela prolonga a vida útil do maquinário.

Evite improvisos

Fazer pequenas correções de última hora, com “gambiarras” para forçar a máquina continuar funcionando pode gerar sérios problemas. Além de comprometer a integridade da máquina, aumenta as chances de acidentes.

O guia completo das melhores práticas de adubação

Quais são os pontos de atenção ao realizar o transporte de máquinas agrícolas?

O cuidado com a segurança também deve existir na hora de transportar a máquina. Muitas delas chegam a pesar dezenas de toneladas, além de serem bem grandes. Por isso, a operação vai exigir o uso de equipamentos específicos. Entenda alguns aspectos importantes para proceder corretamente com essa operação.

1. Fique atento ao que diz a lei local

É importante seguir a legislação vigente na sua localidade, pois alguns detalhes da regulamentação podem variar. Em algumas regiões, as leis municipais flexibilizam o transporte, outras não. De uma forma geral, nenhuma máquina agrícola pode trafegar nas vias públicas.

A lei limita o trânsito a veículos com dimensões máximas de 4,4 m de comprimento e 2,6 de largura. Assim, um trator agrícola poderia circular contanto que tenha os dispositivos de segurança necessários, como sinalização, faróis, lanternas, alerta sonoro de ré, buzina, entre outros, além de um operador habilitado com carteira C ou superior.

Esse não é o caso de colhedoras e outros implementos, uma vez que não são registradas como veículos. Além disso, a máquina agrícola não foi desenvolvida para andar na rodovia. Por isso, o desgaste dos pneus pode ser triplicado ao transitar no asfalto. Por isso, elas precisam ser transportadas em caminhões prancha, que são específicos para isso.

2. Prepare o maquinário

Ao transportar a máquina, é sempre importante se certificar de que o tanque e o repositório estejam vazios. Mesmo quando o transporte é feito dentro da propriedade, é necessário dar a atenção também à questão da velocidade, pois pode causar acidentes com outras máquinas.

Lembre-se sempre que as máquinas agrícolas foram projetadas para trabalhar nas operações do campo, não para fazer grandes deslocamentos.

3. Verifique a necessidade de emitir o AET

Se o veículo exceder os limites de tamanho, será necessário obter uma licença especial, conhecida como AET (Autorização Especial de Trânsito). Ele é um documento obrigatório emitido por diferentes órgãos, como DNIT e DER, conforme a Resolução 01/20 do DNIT para máquinas agrícolas.

De acordo com o texto da resolução, o direcionamento é para “máquina agrícola, utilizando um reboque tipo plataforma para o transporte do rolo da colheitadeira atrelado em caminhão ou o transporte de duas ou mais máquinas agrícolas com altura superior a 4,40m”.

Na Jacto, a maior parte dos nossos pulverizadores de grande porte atendem a esses limites de tamanho. Como afirma Paulo Henrique Bueno, gerente de negócios da empresa, “temos um cuidado muito grande na Jacto de, quando projetamos a máquina, que ela não dê excesso lateral”. A ideia é não ultrapassar os limites da legislação, que tornaria obrigatória a emissão da AET.

Por isso, é importante que o agricultor leve isso em conta na hora de planejar a compra. Pergunte se a máquina atende os limites da legislação no caso do transporte.

O transporte de máquinas agrícolas é uma operação que precisa ser bem planejada com base na legislação local e nas especificidades de cada veículo. Isso vai garantir maior segurança e protegerá a integridade da máquina.

Quer saber mais sobre nossas máquinas? Entre em contato com nossa equipe e saiba como nossos produtos podem ajudar na sua produção!

Compartilhe !

Quer ainda mais dicas? Cadastre-se agora para receber nossa newsletter!

receba nossos conteúdos exclusivos gratuitamente por email!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.